A Instituição Exames Manual de Exames Postos de Coleta Informações Fale Conosco
Manual de Exames Home / Manual de Exames
Sinonímia: Toxoplasma gondii
Material: Soro
Coleta: Colher sangue sem anticoagulante
Conservação: - Ate 7 dias refrigerado entre 2o e 8o C.
Preparo do Paciente: - Jejum obrigatorio de 8 horas
Método: Imunofluorescência Indireta
Interferentes: Hemolise acentuada.
Referência:
{Imunofluorescencia para Anticorpos IgG do Toxoplasma gondii}
{Resultado..........:}[ ]
Método.............: Imunofluorescência Indireta
Valor de referência..: Não Reagente

NOTA:
De acordo com o Centers for disease control and prevention (CDC) valores altos de anticorpos IgG para toxoplamose com IgM negativo não devem ser interpretados como indicativo de infecção recente. (MMWR, 49:57 - 75, 2000).
Comentário(s):
sorologia para Toxoplasmose e o metodo mais utilizado no diagnostico, entretanto, nao existe nenhum teste, que de forma unica, suporte ou afaste o diagnostico de infeccao recente ou tardia. Assim, a analise do resultado deve ser cautelosa:

Interpretacao dos anticorpos na Toxoplasmose
IgG: Surgem em 1 a 2 semanas; pico em 1 a 2 meses; caem variavelmente, podendo persistir por toda vida. Valores elevados com IgM negativo nao significam maior probabilidade de infeccao recente.
IgM: Surgem em 5 dias, diminuindo em poucas semanas ou meses. Podem persistir por ate 18 meses, nao significando necessariamente infeccao recente. Um resultado de IgM negativo ou positivo na gravidez nao diagnostica ou afasta infeccao aguda, sendo necessario complementacao diagnostica. Nao ultrapassa a placenta, sendo util no diagnostico da infeccao congenita em recem-nascido.
IgA: Detectados em infeccoes agudas e na doenca congenita. Podem persistir por meses, ate mais de 1 ano. Maior sensibilidade que IgM na infeccao congenita.
Teste de Hemaglutinacao: util para indicar prevalencia, mas nao para o diagnostico de infeccao neonatal ou quadro recente em gestante, devido a possibilidade de falso-positivos. Detecta anticorpos mais tardiamente que a imunofluorescencia e que os estes imunoenzimaticos.
Teste de imunofluorescencia indireta (IFI) IgM: detecta IgM nas primeiras semanas, desaparecendo em meses. Titulos baixos podem persistir por mais de um ano em 20% dos casos. Falso-positivos para fator reumatoide e fator anti-nuclear podem ocorrer (29). Devido a possibilidade de resultados falso-positivos (7%) e aconselhavel a repeticao da sorologia em 3 semanas e a sua confirmacao com um outro metodo mais especifico, com ELFA.
Teste de imunofluorescencia indireta (IGI) IgG: titulo comeca a subir entre 4 e 7 dias apos IgM. Pico em 8 semanas e inicio de queda no sexto mes, sendo que titulos baixos podem persistir por anos. Falso- positivos para fator anti-nuclear e falso-negativos para titulos baixos de IgG podem ocorrer.
Imunoensaio einzimatico IgA: detectada na infeccao recente, permanecendo elevada por no minimo 26 semanas. Nao atravessa a placenta e nao eh absorvida pelo leite materno, tendo, pois, utilidade no diagnostico de Toxoplasmose congenita. Apresenta sensibilidade de 83,3% e especificidade de 94% em criancas com toxoplasmose congenita durante os doze primeiro meses de vida. No primeiro mes de vida, a combinacao de IgA e IgM melhora o desempenho dos ensaios em relacao aos mesmos de forma isolada.
Imunoensaio enzimatico IgM: trata-se de metodo totalmente automatizado, preciso, rapido e de alta reprodutibilidade. Apresenta especificidade de98% e sensibilidade de 95%. Por tratar-se de metodo sensivel pode permanecer detectavel ate dois anos apos a infeccao aguda. Um unico resultado positivo nao pode ser considerado patognomonico de toxoplasmose recente. Conforme orientacao norte- americana do FDA, resultados positivos requerem confirmacao por uma forma alternativa de ensaio, como ELFA, e coleta de nova amostra apos 3 semanas.
Imunoensaio enzimatico IgG: esse metodos apresenta especificidade de 98% e sensibilidade de 96%. Independente do nivel de anticorpos, nao pode predizer se a infeccao eh recente ou tardia. Alto indice de positividade na populacao brasileira.
Enzyme Linked Fluorescent Assay (ELFA) IgM - captura: metodo automatizado, de grande reprodutibilidade, que elimina as interferencias do fator reumatoide. Devido a sua alta sensibilidade, pode detectar niveis baixos de anticorpos por longos periodos apos fase aguda (18 meses). Util para confirmacao de IgM positivos em outros ensaios. Apresenta sensibilidade de 100% e especificidade de 98,6%. Em pacientes imunocomprometidos resultado negativo desse teste nao exclui o diagnostico de toxoplasmose.
Enzyme Linked Fluorescent Assay (ELFA) IgG: titulos altos nao predizem, de forma isolada, infeccao recente. Apresenta sensibilidade de 98,1% e especificidade proxima a 100%.
Teste de Avidez IgG (Imunoensaio enzimatico): na fase aguda anticorpos IgG ligam-se fracamente ao antigeno (baixa avidez). Na fase cronica
(> 4 meses) tem-se elevada avidez. E indicado para mulheres gravidas, principalmente no primeiro trimestre, que apresentam IgG e IgM positivos. A deteccao de anticorpos de alta avidez em pacientes com IgM positivo indica infeccao adquirida ha mais de 4 meses. Tratamento anti-parasitario pode mantar a baixa avidez por mais de 4 meses. Estudo em amostra brasileira evidenciou ser o teste de IgG avidez o melhor marcador de infeccao aguda em pacientes com IgM positivo
 << Voltar
Rua Bias Fortes, 556 - Rua Martins Alfenas, 1648 - Centro - Alfenas - MG | Fone: 35 3292-3130 / Fax: 35 3291-3314